Família Leh

Suábios do Danúbio (“Donauschwaben”), povo de descendência alemã, a família Leh traz em suas origens a tradição de trabalhar com agricultura e pecuária de forma cooperativista. Já na região da Slavonia, atual Croácia, nossos pais e avós tiravam o sustento da família do campo, trabalhando em cooperação com as famílias vizinhas da região.

Conflitos étnicos e políticos mudaram o destino de toda a Europa durante e após a 2a Guerra Mundial, sobretudo o destino dos Suábios do Danúbio que viviam e dependiam do campo na região às margens do baixo Danúbio, que, por serem descendentes de alemães, tiveram de deixar as terras produtivas que durante séculos cultivavam. Região esta, que na época era considerada o celeiro da Europa, onde se produzia os melhores alimentos para o velho continente.

Os Suábios do Danúbio tiveram que deixar sua Pátria, mas trouxeram consigo ao Brasil as suas características marcantes: cooperativismo, trabalhadores, empreendedores e respeito às tradições.

Com essa identidade nossos familiares e as 500 famílias de refugiados iniciaram uma nova vida no Brasil, desenvolvendo a região de Guarapuava para produção agropecuária, sempre levando consigo as características marcantes dos “Donauschwaben”.